Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

National Geographic POD

Seguidores

quarta-feira, novembro 23, 2005

O leite


O leite é mais um dos cavalos de batalha com as nossa crianças.
Sistematicamente, na escola alguns alunos teimam em dizer que :
" Não gosto de leite branco" quer dizer leite sem chocolate.
Um destes dias, já cansada da mesma conversa, disse a um grupo de alunos do 4º ano que o leite simples era muito importante para a aprendizagem e que quem bebia leite simples tinha menos dificuldade em aprender matemática. Ninguém contestou esta minha afirmação e tomaram-na em consideração. Não sei se foi só para agradar , mas a verdade é que logo a seguir mudaram de opinão e todos acabaram por beber leite. Isto porque antes do intervalo tinham estado a trabalhar contéudos de matemática e sentiram alguma dificuldade.
Em seguida estivemos a observar as caixas de leite, a ver a informação nutricional e foram identificados alguns minerais como o cálcio e o fósforo que eles associaram às fracturas dos ossos e ao fortelecimento dos dentes, numa conversa de intervalo.
Talvez a minha provocação não tenha sido uma boa estratégia mas naquele dia resultou. Penso que não foi pelas minhas palavras sobre o efeito do leite na aprendizagem, mas sim pela forma como lhes tocou naquele momento.
A relação pedagógica passa também por termos com as criançass espaços de diálogo e troca de opiniões e que são oportunidades de aprendizagens para ambas as partes, como comer, saborear e sentir.

20 comentários:

Desambientado disse...

É isso mesmo Elisabete, por vezes há que provocar para despoletar a discussão, mas também há que saber inquirir e encaminhar.

elisabete disse...

Pois é isso mesmo que mais gosto de fazer,inquirir e encaminhar pois considero que é nesta dialética que se faz crescer!
Assim que voltar à escola espero continuar.

Fátima Silva disse...

Sabes o que penso, as intervenções informais dos professores junto das crianças têm muito impacto e constituem momentos excelentes de aprendizagem, primeiro porque são mais curtas e segundo são contextualizadas.
Quando falo de intervenções refiro-me a atitudes positivas, tal como a tua. O leite era um tema bastante útil para ser desenvolvido, por um grupo de alunos, em trabalho de projecto.
A sensibilização provoca a busca de conhecimento que produz maior sensibilização.

Cristina Mendonça disse...

Brrrr!!! Primeiro sopas e depois leite, fogeee! Ups... ainda te dou ideias pró próximo post:vantagens nutritivas das "sopas de leite", era o cúmulo do desconsolo!!!
Bolos, frutos secos, chocolates, bolachinhas...com um pouco menos de vantagens nutritivas, mas certamente muito mais atractivas prós miúdos e...graúdos. Afinal tudo faz bem, desde que haja equilibrio, certo?!

elisabete disse...

Fátima, de facto lês-me o pensamento.
Assim que puder volto ao assunto para trabalhar em projecto.
Só tenho pena é que estou a apoiar e de um momento para o outro posso ter que avançar para outra turma.

elisabete disse...

Pois é Cristina
A ideia das sopas de leite não é má, talvez seja mais saudável do que os famosos cereais.
Sabendo que o número de diabético nos Açores já ultrapassa 12.000 e tendo em conta que no último dia que estive no gabinete de enfermagem de diabeteologia tinham aparecido 4 novos casos.
è preocupante.
O problema não é só não poder comer doces, é todo uma séri de complicações que depois Vêm a trás.
Apenas me refiro a uma doença que conheço bem, para não falar da obesidade, níveis de colesterol elevado, etc. etc. etc.
As bolachinhas podem ser até muito boas, mas cuidado

Manu disse...

O leite é dos alimentos mais completos e é essencial a um bom desenvolvimento e crescimento das crianças.
Há coisas que se aprende a gostar e o leite deve ser um deles.
Os adultos também deveriam fazer um esforço para consumi-lo. Os casos de osteoporose são muitos!

Cidalia disse...

Sabes sobre esta história do leite com chocolate? No início do ano lectivo perguntei as minhas mães qual era a altura do dia que achavam melhor dar o leite na escola. Algumas (a maioria) disse "Ah... o meu filho só bebe leite se for com uma colherinha de cacau" Impus-me e se calhar elas não acharam muita piada "Desculpe mas aqui na escola não há cacau para ninguém, porque se o cacau fosse mesmo muito importante, a nascença bebiamos também logo leite com cacau!" O resultado é que hoje, passados quase três meses TODOS bebem o leite sem cacau. Temos tmbém que nos impor. Muitas vezes somos nós os adultos que colocamos os vícios nas crianças. E outra coisa, e isso aprendi com a minha amiga Dr.ª Fátima Lopes, quando temos um estado que nos proporciona um suplemento alimentar num mundo há tanta miséria e fome pelo mundo onde infelizmente morrem crianças com fome, não podemos deixar que as nossas crianças simplesmente não bebam o leite por capricho! Irrita-me solenemente quando oiço uma colega a dizer "Ah... se não quer beber, isso não é problema meu, ele que beba em casa." Então fomentar bons hábitos de alimentação não é tb tarefa do docente?

elisabete disse...

Acho que tens toda a razão, nós somos educadores, não ensinamos só a ler e a escrever,ós educamos éssa é a nossa tarefa!
Acho que tomaste a melhor posição e o que dissete ás mães, foi muito bem dito. Elas já deviam saber, pelo menos pelas consultas de saúde materno infantil. De qualquer maneira acho que deviam pensar primeiro na saúde dos seus filhos.
Infelizmente cada vez vemos mais coisas que nos fazem arrepiar os cabelos.
O a minha proxima postagem vai ser a alimentação das crianças até aos quatro anos.
Obrigado pelo teu contributo.

Ana Isabel Godinho disse...

O tema é realmente interessante e importante...a alimentação, boa ou má é a nossa saúde!
Mas que é dificil tirar uma criança de um restaurante MacDonalds lá isso é...e não é só pela comida, são os brinquedos oferecidos...as possibilidades de brincarem em equipamentos engraçados depois da refeição, as promoções e a publicidade, que de facto é deliciosa.....!!
Eu faço assim: durante todo o ano é só comida caseira e saudável, nas férias deixo-os comer em todos os MacDonalds que encontram... mas nunca se enjoam!!! É uma sorte não haver um desses restaurantes por cá!

Ana Isabel

elisabete disse...

Ana Isabel
Pois realmente o faste-food é uma tentação para crianças e para adultos de facto as campanha de markting são fenomenais: pelos brinquedos, pelas cores das embalagens e pelos espaços da Lojas MacDonalds, é tudo muito bem pensado para atrair miúdos e graudos.
As visitas esporádicas ao MacDonalds são pequenos pecados que facilmente têm absolvição, e claro que quem não gosta do seu pecadinho de vez em quando?
O que é de louvar é conseguir manter a comida caseira todo o ano!
Um dos pontos comuns entre a alimentação e as preocupações ambientais está no nosso sentido de responsabilidade perante o legado que queremos deixar às gerações futuras, os meus erros alimentares certamente irão comprometer a saúde dos meus fihos pela hereditariedade, se um dis os tiver.
Talvez alguns de nós já estarão a pagar pelos erros cometidos pelos antepassados: hipertensão, obesidade, diabetes e outras doenças causadas pela carência de nutrientes nas idades mais críticas.

Desambientado disse...

Elisabete.
Quisera,
Senhor neste
Natal, ornar uma
árvore dentro do meu
coração, e nela pendurar
em vez de presentes, os nomes
de amigos. Os de longe e os de perto. Os antigos e os mais recentes. Os que vejo cada dia e os que raramente encontro. Os das
horas difíceis e os das horas alegres. Meus amigos humildes e meus amigos importantes. Os que sem querer magoei, ou sem querer me magoaram.Os que pouco me devem e aqueles a quem devo muito.
Os nomes de todos os que já passaram pela minha vida. Que seja uma árvore de raízes muito
profundas para que seus nomes nunca sejam arrancados do
meu coração. De ramos muitos extensos para que novos nomes,
vindos de todas as partes, venham juntar-se aos existentes.
De sombras muito
agradáveis
para que a
nossa Amizade
seja um momento
de repouso
nas lutas
da Vida.

Tenho pena que tão belas palavras não sejam minhas, mas sinto-as como se o fossem. Aqui fiz meia árvore, a outra meia árvore é construída por vocês que me ajudam a a crescer no Desambientado.
Bom Natal.

Desambientado disse...

Está tudo bem contigo?

elisabete disse...

Sim, professor Félix.
O meu blog está um pouco parado porque estou a fazer algumas leituras para novos post e também para a minha tese.
Vai haver novidades!

Desambientado disse...

Muito bem. Saberemos esperar.

Desambientado disse...

A Azoriana está a organizar um encontro de bloguistas da Terceira. Participas?
É dia 11 de Março.

azoriana disse...

Cara Elisabete,
Talvez não me conheça nem eu a si. Por isso mesmo seria bom um convívio onde os bloguistas da ilha Terceira pudessem confraternizar e trocar experiências. Peço encarecidamente que se inscreva. No meu blog tem as indicações. Será que podemos contar consigo? Prometo beber o leite branquinho, porque gosto muito dele branco. E vou fazer os possíveis para que meus filhos também o bebam assim :)

elisabete disse...

Muito obrigado pelo convite, com certeza lá estarei.
Não há melhor leite do que o dos Açores e as nossas crianças tem que começar a apreciar esse alimento tão bom e tão rico em nutrientes

Desambientado disse...

Elisabete:

Estás interessada em ter um selo do Priôlo, que clicando sobre ele promove a Sociedade Portuguesa de Aves e o Projecto Life-Priolo, tal qual como no meu blog, lado direito?
Se sim, dirige-te ao blog da Azoriana em

http://silvarosamaria.blogs.sapo.pt

e copia o que está dentro da caixinha e cola no setting do teu blog.

Desambientado disse...

Espero que estejas a "desfrutar" do Carnaval.