Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

National Geographic POD

Seguidores

quarta-feira, março 08, 2006

A carne de aves


Sendo a carne das aves considerada uma das melhores para a nossa alimentação, neste momento o seu consumo está com tendência a descer. As pessoas temem pela sua saúde e já estão a recorrer a outro tipo de carnes. Por outro lado a crise provocada pela gripe das aves já está a trazer para alguns empresários do ramo problemas financeiros bastante sérios. Na sua opinião e tendo em conta as noticias e as informações que estão constantemente a ser bombardeadas, o que pensa sobre o assunto?Que outras implicações pode ter na vida das pessoas? Acha que está suficientemente informado?
Deixe aqui o seu comentário, a sua opinião é importante !

9 comentários:

Desambientado disse...

Haveria que perceber qual é o risco real e o risco percepcionado pelas pessoas, relativamente à gripe das aves nos Açores. Faz sentido, ou não. Sem uma avaliação de risco correcta, não será facil dizer se é correcta ou não o consumo de carne de aves...

elisabete disse...

Olá desambientado, este post não tem nada a ver com a dissertação, mas de facto o que eu gostava de perceber, qual o risco percecionado pelas pessoas. Quanto ao risco real, já foram feitos alguns esclarecimentos e pelo que foi dito, o consumo de carne e dos ovos não oferece perigo quando são sujeitos a altas temperaturas depois de cozinhados. O perigo de contrariar a doença está no contacto direto com as aves infectadas.
Em relação aos Açores, parece que não faz parte da rota migratória das aves selvagens que têm sido referenciadas. Isto são as informações que tenho observado na comunicação.

Desambientado disse...

É verdade o que dizes. Desconfio que um pato doente consiga voar sem morrer da Europa aos Açores. assim estamos um pouco protegidos se não houver importação nem de carne nem de animais.

Quanto ao risco percepcionado, como o avaliará? Não será através de uma questão específica?

elisabete disse...

Penso que sim!
Quantas vezes comeu carne de frango na última semana?
Eu peLo menos comi umas 3 vezes.E ovos pelo menos 2 vezes.
Não tenho medo,qundo estou a comer carne de frango, nunca me lembro da gripe das aves.A minha percepção é de que se trata de algo que está ainda muito longe de nós aqui nos Açores!

Desambientado disse...

Tens toda a razão. Tenho comido ovos e carne de frango sem qualquer tipo de preocupação.

Cidalia disse...

Sabes Elisabete, tenho um pai de uma aluna minha que tem um aviário, disse-me, isto antes do Natal quando apareceu o boom da gripe das aves,que as vendas estavam drasticamente a abaixar.

Cristina Mendonça disse...

A carne das aves é das minhas preferidas. Sempre que posso tenho-a no prato. A problemática da gripe das aves não me tem afectado no dia-a-dia, pois as condições que cá temos não são idênticas às dos sitios onde apareceu a doença. Porém, devo confessar que reparo com mais frequência na etiqueta do produto que compro, ou seja, se é de cá da ilha ou não.

elisabete disse...

Olá Cidália,
O facto de seremos bombardeados com este tipo de notícias tem destas consequências, como a que mencionaste.Foi como o caso das vacas loucas, as pessoas deixaram de comprar carne de vaca.As vendas baixam logo drasticamente,é o alarmismo apesar da informação disponível. No entanto há outras doenças que causam maior mortalidade e nem se fala nelas, como ocaso da malária que atinge os paises mais pobres em África, se atingisse a Europa o caso era diferente.

elisabete disse...

Olá Cristina
Penso que já te dei os parabéns por o teu rebentinho, mas mesmo assim volto a reforçar.
Quanto ao teu comentário, acho que a tua atitude em relação ao cuidado que tens em ver os rótulos e preferires os produtos locais, é o que todos deviamos ter. Fiquei muito contente pois uma das questões que eu vou abordar na tese é esse mesmo a preferência pelos produtos locais.
Em relação à problemática da gripe das aves, também concordo contigo e sempre que posso como.
Continua a comer bem pois uma tese e um bebé requerem muito alimento
Bejos